REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Homenagem a Ògún Jóbí

Sincretismo

Durante o período da Escravatura no Brasil, nas senzalas, para poderem cultuar os seus Orixás, Inquices e Voduns, os negros foram obrigados a usar como camuflagem altares com as imagens de santos católicos, cujas características melhor correspondiam às suas Divindades Africanas, e por baixo desses altares escondiam os assentamentos dos Orixás, dando assim origem ao chamado Sincretismo. Mesmo usando imagens e crucifixos, os seus cultos e rituais inspiravam perseguições por parte das autoridades e pela Igreja, que viam o Candomblé como paganismo e bruxaria.

A Lenda: A Metamorfose De Ogum


Conta a lenda a metamorfose de Ogum que YEMANJÁ OKUTÉ vivia na terra Sutiro Inlé com OGUNDALÉ (ALAGUEDE) e seus três filhos:

A vigorosa influência de Òsàgiyán no domingo

A semana é de Dangbé o Vodun do movimento

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

momento curioso: Fontes, referencias, pesquisa.

Olúgbàje


O Preconceito Velado – Olúgbàje, Você Aceita a Comida do Dono da Terra?

“O Preconceito Velado”, abordaremos um pouco sobre uma das mais importantes cerimônias do Candomblé, o Olugbajé.

UMBRAL E ZONAS DE MAIOR DENSIDADE RETRATADAS COMO ZONAS INFERNAIS


Umbral - Zona obscura onde os espíritos desencarnados, ainda presos ao egoismo, vícios, paixões, orgulho, avarezas, erros, ficam pelo tempo necessário a refletir e se arrependerem de tais condutas, porém o Umbral é um sítio magnético diferente de outros que são as zonas de mais densidades e negatividade espirituais,

Orixá Ogum Torna-Se Rei De Irê: A Lenda


Conta a lenda (iton) como o Orixá Ogum torna-se rei de lrê, quando o Orixá Oduduwáreinava a cidade de Ifé, mandou seu filho Ogum guerrear e conquistar os reinos vizinhos.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Sabão da Costa (Òsé Dudu)


Origem do Sabão da Costa

No início do século XVI, navegadores ibéricos, por falta de conhecimento geográfico, passaram a designar genericamente toda a costa atlântica africana e seu interior imediato, como «da Costa», e naturalmente, tudo o que dali procedesse possuía a mesma denominação, ou seja, seria «da Costa», e isso não serviu apenas para o sabão, mas também outros artigos tais como: pano (da Costa), pimenta (da Costa), limo (da Costa), esteira (da Costa), etc.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

CURIOSIDADE SOBRE O ESTALAR DE DEDOS E PALMAS NA UMBANDA


As nossas mãos e pés, possuem terminais nervosos, que se comunicam com cada um dos gânglios e plexos nervosos do corpo físico e com os chakras ou (chacras) do complexo etérico-astral, como demonstramos a seguir:

O astral de Oxossi e a vitalidade de Ney Matogrosso


Astral da Semana: OXOSSI 01/08/2016

Por Que Se Fala “IBORU IBOYA IBOSHESHE”: A HISTÓRIA


Neste pataki irá mostrar por que se saúda IBORU, IBOYA, IBOSHESHE entre os membros (família de Ifá), toda cultura tem sua saudação particular, no Candomblé Ketu (fala-se Motumbá / Motumbalaxé responde-se), na nação de Angola (fala-se Mukuiu/ Mukuiu no Zambi responde-se), no Gegê (fala-se kolofé/ kolofé Olorun responde-se), mas o Iton(lenda) de hoje é sobre Iboru, Iboiá, Iboxexé.

Ợbatálá e a Trindade Sagrada


Ìrẹtẹ Méjì fala de Ilé (a mãe terra) como elemento de adoração no culto Ògbóni e Ilé é visto como a força mais importante e dominante da criação.

Oyá Tem Uma Irmã Mais Nova Chamada Ayaó


Ayaó é a irmã mais nova do Orixá Oyá, em alguns caminhos também dizem que é a irmã mais velha. Diz-se que é filha de Oduduwá e foi criada junto com Bromu. Tem pacto com Ozain(Ossain) e Iroko e por isso se diz que ela é o Orixá das bruxarias.

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis